Mensagem de José de Nicodemus (espírito) sobre João Batista, recebida no grupo “José” em 23/06/1896 e publicada em 25/06/1898

Periódico: Religião Espírita – Ano I número 07

25 de junho de 1898

(Recebida do grupo “José” em sessão do dia 23 de junho de 1896, em homenagem ao glorioso espírito de João Batista, o Precursor.)

Ecce agnus Dei.

Este é o meu filho muito amado no qual tenho posto toda minha complacência.

Foram estas as palavras ouvidas por João, o Precursor, quando no rio Jordão cedia aos desejos do Mestre de ser por ele batizado.

Por estas palavras, meus filhos, podeis compreender que Jesus, o ungido do Senhor, quis ser batizado por João a fim de realizar-se o que se achava escrito nas Escrituras.

João o Precursor, nascido de Zacharias e de Izabel, era o mesmo Elias anunciado antes que Jesus viesse à Terra.

No entanto, Jesus, referindo-se à vinda de Elias, disse: “Na verdade vos digo que Elias já veio, e eles não o conheceram, antes fizeram dele o que quiseram.” E afirmou que dos homens nascidos de mulher ninguém se levantou mais alto que João.

Ora, meus filhos, deveis bem compreender que, se João nascendo de mulher ninguém se levantara mais alto do que ele, Jesus, pelo qual eram proferidas estas palavras, não tinha nascido de Maria e de José o carpinteiro.

Estuda pois, a fim de compreenderdes todas essas coisas. A ciência espírita veio para que todas essas coisas sejam estudadas e compreendidas.

Deveis tirar a ilação de que Jesus serviu-se de José e Maria, espíritos puros, para sua manifestação tangível ante os povos da Judeia, pois sendo aqueles povos muito atrasados, não forneciam elementos homogêneos para sua aparição; e foi o que pela sábia onisciência de Nosso Bom Pai ficou determinado, que viessem à Terra espíritos adiantados encarnarem-se para auxiliarem o seu Filho na sua missão importante da regeneração da humanidade.

Foi assim, que vieram os apóstolos disfarçados em pescadores, mas espíritos já prepostos para aquele fim.

O estudo meus filhos, é muito necessário para se compreender todas estas coisas. Buscai nos santos Evangelhos tirar o véu da letra e encontrareis todas as verdades contidas neles.

Eles foram, são e serão eternamente a fonte de todas as ciências e de todas as virtudes.

As gerações vindouras hão de descobrir neles muitas coisas que passam hoje despercebidas.

Aquele que se entrega ao aperfeiçoamento do seu eu, e aquele que os busca, encontra sempre neles um amigo para todos os passos de sua vida. Um guia para o futuro, e um farol para transpor-se às elevadas esferas do infinito.

Estudai-os pois.

Vosso protetor,

José de Nicodemus


PARA VER DOCUMENTO ORIGINAL DIGITALIZADO CLIQUE AQUI.


NOTA DO ARQUIVO ESPÍRITA: A imagem no início desta página é meramente ilustrativa e não faz parte do documento original.


O ARQUIVOESPIRITA.ORG é um repositório digital de documentos relativos à história do espiritismo.  

Caso tenha algum documento que possa ser escaneado e disponibilizado no site, por favor entre em contato conosco pelo e-mail arquivoespirita@gmx.com 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *