O espírito perdoado mas não purificado precisa de provas; O castigo existe quando o sofrimento não é espontâneo; O reino dos céus existe em nós mesmos – por Allan Kardec (espírito) 01/04/1902

Periódico: Perdão, Amor e Caridade – Ano VI Número 67

Franca, SP, 01 de abril de 1902, p.2

Sessões de estudos dos evangelhos do Grupo Ismael

São Lucas cap. XIII:1-5

O espírito perdoado mas não purificado precisa de provas – O castigo existe quando o sofrimento não é espontâneo – O reino dos céus existe em nós mesmos

Meus amigos, o estudo consciencioso que fizestes sobre minha última comunicação quase me dispensava de voltar ao assunto; no entanto, como temos a responsabilidade na enunciação do nosso pensamento em questão de doutrina, eu direi mais algumas palavras sobre ela.

Partimos deste princípio: O castigo só existe quando o sofrimento não é espontâneo. Aqueles que por um arrependimento sincero, como eu vos disse, obtém o perdão do misericordioso Pai, jamais absolutamente serão constrangidos a esses ou aqueles sofrimentos. Entretanto, se esses ou aqueles sofrimentos, independente do perdão de Deus, se realizam sobre a criatura, é que esse espírito perdoado mas não purificado, compreendendo a necessidade de não estacionar no perdão, espontaneamente busca, como João Batista e como outros muitos espíritos, provas que sancionem o seu arrependimento, provas que o possam levar ao reino dos céus.

O reino dos céus, meus bons amigos, existe em nós mesmos, Jesus o disse. O reino dos céus é a limpidez da consciência; é a alma que concentra em seu seio todas as virtudes santas; é o espírito que pode ver a face de Deus sem estremecimentos na consciência, sem sentir jamais a vergonha desta ou daquela falta, é o que chamamos um espírito puro; esse está e tem em si o reino dos céus.

Mas, como poderemos compreender o evangelho do reino?: “E Jesus rodeava toda a Galiléia, ensinando nas suas sinagogas, e pregando o Evangelho do Reino.” (Mt IV:23)

Jesus pregava o seu Evangelho para não confundir-se com outros aos quais se refere São Paulo apóstolo [na carta] aos Gálatas v.6

Allan Kardec


PARA VER O DOCUMENTO ORIGINAL DIGITALIZADO (CLIQUE AQUI)


NOTA DO ARQUIVO ESPÍRITA: A imagem no início desta página não faz parte do documento original.


O ARQUIVOESPIRITA.ORG é um repositório digital de documentos relativos à história do espiritismo.

Caso tenha algum documento que possa ser escaneado e disponibilizado no site, por favor entre em contato conosco pelo e-mail arquivoespirita@gmx.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *