Discurso de 8 de março de 1869, por Luiz Olímpio

Periódico: O Eco d’além-Túmulo

Salvador, Bahia – setembro de 1869, número2 , p. 57-59


Lido na reunião do Grêmio dos Estudos Espiríticos na Bahia em 8 de março de 1869.

Meus Respeitáveis Irmãos Espíritas,

A ideia espirítica no curto espaço de três anos e meio que há decorrido de sua manifestação entre nós, tem se difundido com rapidez verdadeiramente providencial, não sem obstáculos, antes, sim, com sacrifício da parte daqueles que esposaram essa ideia de regeneração social; contudo, disseminada e ainda sem corpo, longe está ela de poder, desde já, converter-se na crença que mais tarde, com o favor de DEUS, há de imprimir impulso e direção ao elemento de civilização e de perfectibilidade da humana sociedade porque tudo nos diz que é ela o único móvel que poderá levar a efeito esse desideratum de todo o coração generoso, que, sinceramente palpita com os sentimentos da verdadeira caridade.

A nós que nos achamos hoje reunidos, constituindo, naturalmente, o GRÊMIO DOS ESTUDOS ESPIRÍTICOS NA BAHIA e a quem uma certa vocação do ALTO cometeu o empenho desta árdua missão árdua e até espinhosa, sim, mas irradiante de bem fundadas esperanças incumbe pelos meios que de mister é serem oportunamente empregados, propagar essa crença regeneradora e cristã, fazendo-a chegar, indistintamente, à todos os homens e o meio material que a Providência, sabiamente, nos oferece para levar rapidamente a palavra da verdade à inteligência e ao coração de todos os homens, é a  – IMPRENSA.

De há muito era por todos nós sentida a necessidade de possuir-se uma publicação regular para consecução desse fim, preenchendo todas as condições necessárias à propagação da salutar crença espirítica. Os elementos estavam lançados e esta é a ocasião mais azada de invocar o vosso concurso e o vosso apoio para a execução e próspero resultado deste empenho.

Com infatigável constância afaguei em meu espírito essa ideia e compenetrando-me das dificuldades que entre nós sempre ocorrem à qualquer publicação, em consequência da carestia dos materiais, tratei de obviar a maior dificuldade que à semelhante respeito antolhava-se, procurando por à disposição dessa publicação tanto papel quanto necessário fosse para manter por mais de um ano a regularidade dela, promovendo por intermédio de uma casa acreditada desta praça, a aquisição desse papel diretamente vindo da Europa porque de outra sorte, só poderia ir sendo feita no nosso mercado com a reiterada desvantagem de preços sempre subidos, e, portanto, onerosos.

Acaba, porém, de chegar esse papel e sendo para mim só um sacrifício insuperável o pagamento de sua respectiva importância, bem que não seja excedente de quatrocentos mil reis, – sacrifício, que, de bom grado me pouparia acrescentar a outros já por mim feitos e que bem conheceis, se não fosse ele superior ao alcance de minhas forças presentes, – venho pedir o vosso auxílio para o desempenho desse dever que, confiadamente, contraí e ao mesmo tempo pedir também a necessária permissão para propor-vos que as quotas com as quais vos dignardes concorrer, vos poderão ser indenizadas à vossa escolha ou mediante o produto da publicação no excedente às despesas necessárias ou mediante a isenção, por espaço de cinco anos, da contribuição natural de vossas assinaturas.

A esse desideratum prende-se um outro, que, com quanto de pouca importância em si, contudo não o é na aplicação e para o qual, igualmente, peço o vosso indispensável auxílio; e é  que, desde este momento, fique salva a dificuldade da publicação do 1º nº do ECHO d’ALÉM-TÚMULO: facilitado assim o aparecimento do 1º nº dessa publicação, tudo correrá facilmente conforme os meios que estão calculados e que de algum modo afiançam prosperidade e vida à publicação, que, certamente, vai iniciar a vida social do Espiritismo no Brasil, na ocasião mesmo em que as circunstâncias das coisas mais exigem este passo.

E tanto mais oportuna é essa ocasião, quanto inda há pouco acabamos de receber de Oloron Sainte Marie (Basse Pyrenées) uma carta de Mr Casimir Lieutaud noticiando a próxima publicação de um Periódico escrito em português e impresso na França exclusivamente destinado à propagação do Espiritismo no Brasil.

Essa publicação virá, sem dúvida alguma, concurrentemente prestar um grande apoio à missão de que nos achamos investidos de dar testemunho da verdade, sempre útil ao homem e que essa providencial doutrina, de um modo positivo e incontrastável vem trazer à humanidade; mas era natural e até mesmo está nas condições do Espiritismo na Bahia, como centro da propaganda brasileira, haver uma publicação que fosse propriamente sua, consagrada exclusivamente aos interesses da doutrina, que fosse seu apoio, que fosse seu elemento de vida, sem que a sua iniciativa de outra parte viesse, senão de si mesmo e das próprias condições de sua existência.

Era indispensável, pois, dar à Bahia a iniciativa que naturalmente nesta parte lhe pertence tanto mais, quanto no Brasil, as necessidades de sua propagação não podiam ser satisfeitas senão por um órgão que lhe fosse particular: e procedendo, em breve, à publicação do ECHO D’ALÉM-TÚMULO, cedemos a uma necessidade urgentemente reclamada e cujo bom resultado depende do favor da Providência Divina, da boa-vontade com que vos inspirardes, dos esforços que empregardes e do valiosíssimo e indispensável apoio que, benevolamente, lhe prestardes.

Luiz Olímpio

Aprovada essa exposição pelo GRÊMIO ESPÍRITA, reunido sob a presidência do Ir: Sp: Luiz-Olímpio Telles de Menezes, foi depois recolhida a soma de 318$000 reis, proveniente das seguintes contribuições dos Ir: Sp:

Os Senhores

Dr Joaquim Carneiro de campo…………………………….     50$000

Dr Inácio José da Cunha……………………………………….  50$000

Professor José Francisco Lopes……………………………..   50$000

Advogado Manoel Corrêa Garcia…………………………..    42$000

Farmacêutico José Martins Pena……………………………   42$000

Farmacêutico José Martins dos Santos Pena……………     42$000

Professor Aureliano Henrique Tosta……………………….    42$000

                                            Soma……………………………..Rs.  318$000

Todos estes Senhores ficaram isentos da contribuição anual de suas assinaturas por espaço de cinco anos.


PARA VER O DOCUMENTO ORIGINAL DIGITALIZADO, CLIQUE AQUI


O ARQUIVOESPIRITA.ORG é um repositório digital de documentos relativos à história do espiritismo.  

Caso tenha algum documento antigo que tenha relação com o espiritismo, por favor entre em contato conosco pelo e-mail arquivoespirita@gmx.com , ou por nossa página no Facebook.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *