Apresentação do periódico “Reencarnação”


Periódico: Reencarnação

Porto Alegre, ano 1 n.1, outubro de 1934


No cenário da Imprensa brasileira, entre os órgãos doutrinários, surge, “A REENCARNAÇÃO”, no desempenho de um modesto papel.

Na seara do Senhor, todo o trabalho é útil, mesmo esse rude labor de arrotear as terras, com pesados instrumentos, para a semeadura.

Retirando o pedregulho e arrancando a erva daninha, o pequeno obreiro traz a sua colaboração, para o desenvolvimento da semente, que é a esperança, que é a felicidade.

“A REENCARNAÇÃO”, como órgão da Federação Espírita do Rio Grande do Sul, tem por finalidade articular melhor todas as entidades filiadas, dando-lhes orientação uniforme, tendente a se estabelecerem normas comuns de trabalho e perfeita compreensão da Verdade.

Com esforço paciente, dissipando a superstição e o erro, propõe-se “A REENCARNAÇÃO”, a contribuir, para sanear o ambiente em que se processam as práticas espiríticas, expurgando-as de todos os aspectos do obscurantismo.

Nos ensinamentos de Allan Kardec, o codificador emérito, e nos trabalhos dos discípulos que lhe têm seguido a trilha luminosa, encontraremos o manancial inesgotável da bondade, de amor e de luz, que nortearão as nossas atitudes.

“A REENCARNAÇÃO”, com o seu nome sugestivo, será também um brado de alerta aos homens descuidados, para que meditem, sobre a teoria que ela recorda e que constitui um testemunho perene da justiça perfeita do Criador.

Nestes momentos que passam, em que a Humanidade experimenta as angústias de um período de transição, oportuno é que se recorde aos homens as suas vidas sucessivas, com as responsabilidades que se solidarizam, através dos séculos, proporcionando-lhes hoje a felicidade ou o infortúnio, em função de suas atitudes anteriores.

Dirigindo as nossas saudações aos dignos confrades da Imprensa, a todas as entidades espíritas, filiadas ou não, e a todas as criaturas de boa vontade, esperamos contar com a confortadora simpatia, que se dispensa a uma atividade honesta.

Irmãos, não deturpeis a sagrada missão do Espiritismo, vendendo os vossos trabalhos espirituais.

Lembrai-vos de que Jesus nunca recebeu vintém, em troca da benéfica e abundante assistência que sempre dispensou indistintamente, a todos que o procuravam.

Tende sempre em mente que o nosso lema é:

“Fora da Caridade não há Salvação”.


PARA VER O DOCUMENTO ORIGINAL DIGITALIZADO, CLIQUE AQUI


NOTA DO ARQUIVO ESPÍRITA: A imagem no início da página é apenas ilustrativa. Evidentemente, ela não faz parte do documento original.


O ARQUIVOESPIRITA.ORG é um repositório digital de documentos relativos à história do espiritismo.  

Caso tenha algum documento antigo que tenha relação com o espiritismo, por favor entre em contato conosco pelo e-mail arquivoespirita@gmx.com , ou por nossa página no Facebook.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *